Quatro estratégias para não engordar nas festas de fim de ano

Por Juliana Vines

A ceia de Natal nem terminou de ser digerida e o Ano-Novo já está aí para atrapalhar qualquer pretensão de dieta. Com tantas comemorações, nesses dias a ideia não é fazer regime para emagrecer mas sim não comer demais e engordar, segundo a nutricionista Ana Carolina Moron Gagliardi, doutora em cardiologia pela USP.

“É só não exagerar e pensar bem no que vai comer para não ficar com retenção hídrica e com peso na consciência”, diz.

Ela ensina quatro truques que ajudam a não enfiar o pé na jaca e começar 2016 já cumprindo as promessas de fim de ano.

1) TIRE A GORDURA DA CARNE

Todas as carnes de festa têm muita gordura. O prato mais básico, o peru, é a melhor escolha, de acordo com Ana Carolina. Prefira sempre a parte do peito, que tem menos gordura. Se quiser outra carne, como lombo ou carneiro, retire as gordurinhas antes de preparar.

Segundo a nutricionista, as proteínas não são os maiores vilões, então não é preciso se preocupar muito com o tamanho da porção.

2) CUIDADO COM OS ACOMPANHAMENTOS

Sim, o que desequilibra as refeições festivas é o excesso de acompanhamentos: arroz, farofa, salpicão, maionese. “É muito carboidrato na mesma refeição”, diz Ana Carolina.

A regra é: escolha dois deles. Ou seja, arroz e farofa ou arroz e salpicão. Quatro acompanhamentos não dá.

Para fazer uma farofa mais magra, deixe o bacon de lado e use vários vegetais. “Milho, ervilha, nozes, uva-passa e farinha fazem uma farofa muito saborosa e bem mais magra do que aquela feita com bacon. Às vezes, a pessoa até usa a gordura que saiu da carne na farofa. Não faça isso”, recomenda.

O arroz pode ser incrementado com brócolis, vagem, cenoura e frutas secas. Dá mais saciedade do que o arroz simples. Por fim, coloque pouca maionese na salada.

3) PREFIRA SOBREMESA COM FRUTA

Escolha sempre a sobremesa que tiver fruta. Gelatina batida com creme de leite light e fruta, picolé de fruta etc. “Até o mousse, se for de fruta, é melhor do que se for de chocolate, com glacê”, diz Ana Carolina. Outra boa opção é o sorbet: sorvete de massa sem gordura.

4) ESCOLHA SÓ UMA BEBIDA

Cada grama de álcool tem sete calorias e isso é muito –para se ter uma ideia 1 g de gordura tem nove calorias; 1 g de carboidrato, quatro.

A cerveja, além do álcool, leva cevada, um tipo de carboidrato. Por isso que uma latinha de cerveja tem o mesmo valor energético de uma latinha de Coca-Cola –aproximadamente 140 kcal.

Para participar da festa e mesmo assim não estragar a dieta há duas opções, segundo Ana Carolina: tomar dois copos de cerveja ou uma dose de destilado, que pode ser uma caipirinha com adoçante. Quem preferir vinho ou espumante pode beber duas taças no máximo.