As cinco piores dietas de celebridades para não fazer em 2017

Por Juliana Vines

Quem quiser emagrecer em 2017, além de tirar do papel a promessa de fazer exercício físico, deve evitar cinco dietas de celebridades, entre elas a detox e a do suco verde.

A recomendação é da associação de nutricionistas britânicos (BDA), que divulgou uma lista de regimes feitos por atrizes de Hollywood, como Jessica Alba e Gwyneth Paltrow, que não merecem ser copiados.

X

“Com o Réveillon se aproximando, o aumento da quantidade de blogs sobre perda de peso, posts de mídia social, livros de dieta e DVDs de ginástica com celebridades é inevitável. É preciso questionar se alguém não está lucrando com seus sonhos e se, em vez de perder peso, você só vai perder dinheiro”, diz o texto de divulgação da lista.

O órgão afirma receber centenas de ligações sobre uma enorme variedade de dietas, muitas delas estranhas. Com base nisso, a entidade escolheu cinco regimes que não valem a pena. Veja abaixo:

 

1. DIETA DETOX

O que é: Proíbe o consumo de alimentos processados e recomenda somente a ingestão de comidas “limpas”, sem açúcar refinado, com vegetais in natura e preparações caseiras. Algumas versões da dieta restringem ainda a ingestão de glúten, laticínios e proteína animal.

Quem faz: A modelo australiana Miranda Kerr e a atriz americana Jessica Alba.

Opinião da entidade: “Deixe a limpeza para a sua cozinha. Embora seja benéfico reduzir o açúcar refinado e limitar a ingestão de comidas processadas, a ideia de que existem alimentos ‘limpos’ e ‘sujos’ é preocupante”.

De acordo com o órgão, esse modo de pensar pode levar à ortorexia –um transtorno psiquiátrico em que a pessoa tem obsessão por comidas saudáveis.

Além disso, muitos alimentos são proibidos sem nenhum embasamento científico. “A menos que você tenha intolerância ou alergia a glúten ou lactose, não há necessidade de eliminar cereais integrais e laticínios do cardápio. Eles podem fazer falta na dieta”, diz a entidade.

 

2. PÍLULAS EMAGRECEDORAS

O que é: Tomar pílulas ou suplementos fitoterápicos que supostamente dificultam a absorção de gordura, diminuem o apetite ou aumentam o metabolismo.

Quem faz: A socialite americana Kim Kardashian já teria usado pílulas de cafeína para perder peso.

Opinião da entidade: “Perigo! Pílulas emagrecedoras nunca devem ser tomadas sem a indicação de um especialista. Até mesmo remédios regulamentados para a perda de peso têm efeitos colaterais”.

De acordo com a entidade, houve um aumento no número de pílulas vendidas on-line. A maioria desses produtos não tem registro em órgãos de vigilância sanitária e é composta por substâncias que nem sempre são aprovadas para consumo humano.

 

3. CHÁ DETOX

O que é: Conhecida pela expressão “teatoxing” (junção de chá e detox, em inglês), a dieta prevê o uso de chás compostos que prometem reduzir o inchaço, melhorar a pele e ajudar na perda de peso.

Quem faz: A cantora Nicki Minaj e a socialite Kylie Jenner postam fotos em redes sociais tomando esses chás.

Opinião da entidade: “Esses chás emagrecedores geralmente contêm cafeína extra na forma de guaraná ou erva-mate, além de ingredientes diuréticos e laxantes. Não é seguro tomá-los por mais de uma semana sem a supervisão de um especialista”.

Mesmo que os números diminuam na balança, a perda de peso pode significar perda de água, não de gordura. Também há risco de efeitos colaterais como diarréia, desidratação e desequilíbrio eletrolítico.

 

4. A DIETA 6:1

O que é: O regime envolve comer normalmente por seis dias e jejuar um dia por semana. Algumas pessoas ingerem poucas calorias durante o jejum, outras não comem absolutamente nada por 24 horas.

Quem faz: O vocalista da banda britânica Coldplay, Chris Martin, diz que o regime o tornou mais criativo.

Opinião da entidade: “Não há evidência de que uma dieta como essa faria você mais criativo, e, dependendo da sua idade, saúde e estilo de vida, o jejum pode ser perigoso”.

Segundo a entidade, ficar sem comer durante um dia inteiro pode resultar em cansaço, mau humor e dificuldade de concentração.

 

5. SUCOS VERDES

O que é: Tomar sucos ou smoothies compostos de frutas, legumes e suplementos. O pacote de benefícios incluiria desde perda de peso até desintoxicação do organismo e rejuvenescimento.

Quem faz: A modelo britânica Rosie Huntington-Whiteley e as atrizes americanas Blake Lively e Gwyneth Paltrow.

Opinião da entidade: “Menos suco! O corpo é perfeitamente capaz de se desintoxicar sem o auxílio desses líquidos verdes”.

De acordo com os especialistas, adicionar suco verde na dieta não vai compensar escolhas alimentares ruins. Muitas receitas incluem ingredientes calóricos –óleo de coco e abacate, por exemplo– e chegam a ter 400 kcal por copo. Quem toma o suco no café da manhã junto com outros alimentos pode ganhar peso em vez de perder.

“O suco verde não é uma solução mágica. Continue comendo vegetais frescos e limite a ingestão de sucos para 150 ml diários.”